Prysmian Group atinge novo recorde de velocidade de transmissão de dados em fibra óptica: 1 petabit por segundo

Prysmian Group atinge novo recorde de velocidade de transmissão de dados em fibra óptica: 1 petabit por segundo

Resultado é 5,7 vezes mais rápido que a maior velocidade até hoje para uma fibra do tipo monomodo e é equivalente à transmissão online ao vivo com resolução de TVs 8K para mais de 10 milhões de pessoas simultaneamente

04 Mar 2021

 

O Grupo Prysmian, líder mundial em cabos e sistemas de energia e telecom, em parceria com a Nokia Bell Labs e o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação e Comunicação do Japão (NICT), estabeleceram um novo recorde na velocidade de transmissão de dados ao atingir o patamat de 1 Petabit por segundo através de uma fibra óptica monomodo standard.

 

O experimento combinou a transmissão óptica de banda larga espectral em uma fibra óptica guiando 15 modos espaciais e o uso de multiplexadores. A capacidade total da rede é de 1 Petabit (1015) por segundo, o que corresponde à transmissão simultânea de 8K-TV (33,2 megapixels, resolução 16x melhor que uma TV FullHD) para 10 milhões de pessoas.

 

Na última década, o tráfego de dados aumentou cerca de 100 vezes. A capacidade da fibra acompanhou de perto esse crescimento exponencial, graças à introdução de novas tecnologias. O tráfego de dados deve continuar crescendo a uma taxa exponencial semelhante na próxima década, principalmente devido ao desenvolvimento de redes sociais, vídeo sob demanda e plataformas multimídia móveis. Nesse contexto, a multiplexação por divisão espacial foi reconhecida como única tecnologia de multiplexação capaz de atender a esse desafio de capacidade”, comentou Eric Stoltz, VP da unidade de negócios de Fibra Óptica do Grupo Prysmian.

 

 

O Grupo de Pesquisadores do NICT e Nokia Bell Labs, junto ao time da Unidade de Negócios de Fibra Óptica do Grupo Prysmian, obteve sucesso na primeira transmissão multiplexada espacial do mundo com taxa superior a 1 Petabit por segundo em uma fibra monomodo standard (125/245μm).  

 

 

Este resultado significa um aumento da taxa de transmissão de dados em fibras ópticas monomodo standard em 5,7 vezes, acompanhado de aumentos em 2,5 vezes (few-mode fibers) e 1,7 vezes (multi-core fibers). Os resultados deste estudo foram aceitos pela a prestigiada 46ª Conferência Europeia de Comunicações Ópticas (ECOC) realizada em dezembro de 2020, uma das maiores conferências internacionais relacionadas às comunicações por fibra óptica.

 

 

Espera-se que este sucesso na transmissão de um grande volume de informações, utilizando fibra óptica monomodo standard (single-core few-mode fibers), alta densidade de multiplexação espacial e produção simples, avance a tecnologia de transmissão de dados de alta capacidade. Esse tipo de tecnologia pode ser utilizado em redes de telecomunicações e de dados, desde aplicações de curto e longo alcance, possibilitando para tecnologia de fibra óptica monomodo standard um novo patamar de aplicações de alta demanda e densidade.